Conheça os 13 tipos de eventos corporativos mais eficientes

Nesta publicação, abordaremos os tipos principais de eventos corporativos. Esta noção é essencial para qualquer profissional na área de organização de eventos, já que os eventos empresariais são, com toda certeza, um dos melhores meios de comunicação e de estreitamento de relacionamentos com o público-alvo e colaboradores. Os eventos corporativos podem assumir inúmeras formas, desde reuniões internas a grandes convenções, bem como workshops, palestras, exposições e outros. A escolha da versão ideal de evento depende dos objetivos que se deseja alcançar com ele.

Conferências

As conferências estão entre os eventos corporativos mais formais e têm etapas bem definidas. É importante que haja um moderador para assegurar a conexão entre a plateia e o conferencista, que ficará responsável por introduzir o assunto do evento – podendo ser de natureza técnica, científica ou artística. O objetivo deste tipo de reunião é o de criar o clima certo para a discussão, sendo utilizadas em diversos setores, inclusive para discutir questões políticas em países.

Congressos

Congressos são eventos de grandes proporções, com a duração usualmente de até cinco dias, com até 8 horas por dia, contudo, ainda pode variar conforme a necessidade do organizador. Com caráter técnico, científico e abrangência internacional, seu principal intuito é promover, divulgar e debater diversos assuntos para o aprimoramento dos participantes. Costumam ser idealizados por universidades, grupos de estudos ou entidades ligadas à produção científica, pois possuem temáticas principais, que são subdivididas em outras específicas para serem discutidas de maneira abrangente em simpósios, mesas-redondas, cursos e workshops, entre outros.

Seminários

Reuniões ministradas por especialistas são amplamente reconhecidas e seguem um padrão que envolve exposição, discussão e conclusão. Ainda que não seja necessário alcançar alguma conclusão, o objetivo principal desses encontros é informar e capacitar os participantes, normalmente de universidades, para que eles possam adquirir novas habilidades relacionadas ao assunto abordado. Geralmente é exigido que os participantes já possuam algum conhecimento prévio do assunto.

Palestras

As palestras geralmente duram de 30 a 60 minutos, mas podem variar de acordo com a necessidade. Elas são comandadas pelo(s) palestrante(s), que compartilham conhecimento e experiências sobre o assunto principal. Em comparação às conferências, elas são menos formais e permitem interrupções com perguntas durante a palestra. O conteúdo da palestra pode ser informativo, motivacional ou até mesmo comportamental, com aplicabilidade para diferentes públicos. Se for necessário abordar vários tópicos relacionados a um tema específico, uma série de palestras, conhecida como ciclo de palestras, é uma ótima opção.

Convenções

Convenções são um dos principais tipos de eventos corporativos que se distinguem por permitirem maior participação dos seus participantes. Elas têm como objetivo apresentar o assunto, esclarecer questões e reunir empresas ou grupos profissionais, como é o caso das convenções comemorativas para aumentar o engajamento de equipes, divulgar produtos e serviços e determinar pisos salariais. Uma forma de impulsionar seu evento e ganhar destaque entre públicos novos é investir em tecnologia, como por meio de aplicativos que melhoram a experiência e tornam seus eventos inesquecíveis!

Simpósios

Simpósios tratam de questões mais aprofundadas e, para isso, focalizam somente um tema durante toda a reunião. Além disso, há o compromisso de alocar profissionais renomados para abordar o assunto. O moderador, com sua atuação, é extremamente importante, pois, assim, todos os aspectos dos temas serão minuciosamente examinados, sem ultrapassar os limites de tempo estipulados. Por fim, o público é incentivado a interagir e fazer perguntas, contudo, os participantes não se envolverão em uma disputa durante a sessão, diferentemente da dinâmica de uma mesa-redonda.

Roadshows

Roadshows são o tipo de evento corporativo ideal para quem deseja promover marca ou produto de forma eficaz. Neles, ocorrem exposições itinerantes que percorrem um circuito estabelecido, com duração reduzida. Esta configuração facilita a criação de parcerias, pois permite aproximação do público-alvo.

Mesas-redondas

Eventos de curta duração são o ambiente perfeito para esclarecer, apresentar ideias e estabelecer debates sobre temas diversos. Convites são feitos a palestrantes, que têm por volta de 20 minutos para desenvolver seus pensamentos e posteriormente discuti-los. São mais frequentemente realizados durante congressos e simpósios, porém isso não impede que sejam isolados. Para liderar a reunião e desenvolver as atividades, é requerido um moderador.

Bootcamp

Bootcamps surgiram nos Estados Unidos após a crise econômica de 2011. Estes programas de treinamento são intensos e imersivos, direcionados para aperfeiçoar habilidades fundamentais de uma determinada área. Essa metodologia dá foco à prática para obtenção de resultados em um tempo recorde. Além disso, sua versatilidade permite aplicação em áreas distintas, como tecnologia, educação, treinos físicos e outras.

Feiras

Há diferentes tipos de feiras, mas todas se esforçam para expor bens, marcas e outros elementos a um grande público. É uma ótima maneira de aumentar a interação entre compradores e vendedores. Para a parte visual, esses eventos necessitam de expositores e montagens para a exibição dos produtos. Por se tratar de uma experiência com fins comerciais, não é permitida a compra de qualquer item durante o período de sua realização.

Fóruns

Fóruns corporativos proporcionam uma excelente plataforma para que os participantes compartilhem suas percepções, entretanto, para que tudo se desenvolva da maneira ideal é necessário que se conte com alguém preparado para liderar o encontro, mostrando o tema em questão e dirigindo o debate de forma livre. Ao término do encontro, é necessário ter como resultado todas as contribuições levantadas durante a conversa.

Workshops

Os workshops apresentam um caráter duplo: de promover e comercializar. Seu programa se divide em três etapas: exposição, discussão em grupo e conclusão, pois o intuito é o de abordar assuntos em maior profundidade, por meio de exemplos práticos. Por outro lado, as oficinas visam principalmente a aplicação do tema discutido, propiciando uma experiência prática, logo após o estudo. Assim, os participantes têm a oportunidade de praticar o que foi abordado e aprimorar suas habilidades.

Treinamentos

O treinamento e os cursos são maneiras ideais de habilitar e qualificar equipes de trabalho, bem como formar profissionais. Os treinamentos podem focar no desenvolvimento técnico ou comportamental, visando ter um impacto significativo para os participantes. Cursos e minicursos são mais comuns em eventos científicos e técnicos, muitas vezes no formato de oficinas, e com o intuito de compartilhar conteúdo.

Comments are closed